Alheio ao futebol – Parte 1

Após um breve período de CORRERIA LOUCA antes do final de ano, consegui voltar a escrever aqui no Mesa. E esse post vai ser o primeiro de 3 partes sobre algumas coisas que acontecem fora dos 90′ do jogo, detalhes que eu acho que são fundamentais para manter o clube dentro de um padrão bonito e útil para o seu torcedor. Eis:

1 – Telão do Estádio Olímpico e sua “programação”

Me dá nos nervos toda vez que adentro ao Estádio Olímpico e vejo aquela COISA posicionada no canto direito da social. Um telão com uma borda de madeira bagaceira que  mais parece uma TV DE TUBO de 14” instalada no quarto da suíte presidencial do Sheraton. Será que não havia outra maneira de instalar um telão no estádio? E se não tinha, era realmente necessário aquele TRAMBOLHO ali?

Vejamos, antes do jogo o que fica passando no telão são divulgação de shows do RAÇA NEGRA e do RICK MARTIN, nada contra o gosto musical, e outras propagandas que pagam para aparecer ali. Ainda há as informações do jogo, como as escalações dos times e quem apita o jogo. No intervalo, promoção da Paquetá Esportes com o “torcedor”, porque na verdade a promoção só acontece pra quem está posicionado perto do telão, na social (notem que quem sempre ganha olha para o lado direito para ser ver na “TV”), quem está na arquibancada não ganha nunca. Ainda aparece uns tuítes de torcedores e outras propagandas. Durante o decorrer da partida, o telão intercala imagens do jogo de um outro ângulo, além de mostrar a torcida de maneira geral, o que nesse caso é interessante.

As informações do jogo, que aparecem antes da entrada do time em campo, são um show a parte. Já cansei de contar nos dedos as diferentes formas com que são apresentados os jogadores no telão. Uma época era só o número e nome do jogador, depois começaram a aparecer as fotinhos com os nomes, ainda teve uma tentativa de fazer um vídeo de cada jogador fazendo uma careta e ultimamente é um vídeo que mostram “uns lances” do jogador a ser chamado com o número e nome em cima da imagem, utilizando UMA FONTE BAGACEIRA e uma edição PORCA. Sério, custa fazer um PADRÃO DE COMUNICAÇÃO VISUAL? Porque não seguir o exemplo de apresentações da Premier League, na TV, ou mesmo do Sportv em alguns jogos? Para os leigos no assunto, isso pode até passar batido, mas para quem tem um pouquinho de bom senso, beira ao ridículo a forma que mostram atualmente no telão.

Se a intenção é entreter o torcedor antes, durante e depois dos jogos, porque não identificar o consumidor presente na torcida e criar uma programação que seja inteligente e atrativa aos mesmos. Pensem comigo. Antes do jogo o torcedor começa a chegar com +- 1 hora de antecedência (alguns até antes) e já começa a adentrar o estádio. Porque não estar passando no telão um programa de 20, 30 minutos sobre a história do Grêmio, contando determinado jogo, alguma peculiariedade sobre um jogador ou mesmo um programa de entrevista, para que os torcedores mais velhos relembrem e os mais novos conheçam a história do Grêmio. Ainda antes do jogo, dá para fazer um PREVIOUSLY do que aconteceu na última rodada com o time, ou mesmo no campeonato e por fim APRESENTAR aos torcedores os jogadores que vão entrar em campo com um vídeo BALA, quiçá, com a formatação da equipe, para que os torcedores possam entender mais sobre isso.

Durante a partida, nada a reclamar, talvez só uma falta de padronização nas filmagens, mas mostrar lances do jogo e a torcida é que é e não dá pra mudar.

No intervalo, aí sim, é o INTERVALO. Atrair o público para compras é a pedida. Colocar uma propaganda da Grêmio Mania, quem sabe dos patrocinadores, aí o que vale é ganhar dinheiro, e no meio disso tudo, de repente, alguma forma de entretenimento curta. Quem sabe os melhores momentos ou algo que o valha.

Após o jogo, tiro curto, 5, 10 minutos de programação para encerramento. Um agradecimento a presença da torcida, classificação do campeonato e quando e onde é o próximo jogo. Resumindo, INFORMAÇÕES válidas para que o torcedor que esteja saindo já fique antenado no que está por vir.

Viu? Nada mais do que ORGANIZAR a programação do telão, não precisa de muita gente pra fazer isso, basta alguém que possa gerenciar e saber o que fazer, quem sabe terceirizando as produções para que tudo seja feito NOS TRINQUES.

———

Feito, essa primeira parte sobre o Telão e afins tem como intuito AVACALHAR o que está lá hoje, porque É RUIM E FEIO demais. Precisa melhorar e óbvio, que é só a minha opinião. Se alguem tiver algo contra, ou quem sabe melhores sugestões, pô, seja bem vindo e comente aí, quem sabe até não possamos reunir ideias e levá-las ao Grêmio para que algo possa ser feito.

Na parte 2 falarei sobre a entrada em campo dos jogadores. Sigamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.