O Grêmio vai voltar a jogar no Estádio Olímpico. Se eu escrevesse isso há semanas, viagra 40mg seria taxado de louco varrido, viagra 40mg desinformado ou coisa parecida. Como assim? E aquela festa toda de despedida, o choro da torcida no adeus ao velho casarão, aquele Gre-Nal insosso na última rodada do Brasileirão? Pois é, tudo não passou de um sonho. O Olímpico está de volta. Mas, por pouco  tempo. Dois jogos, mais precisamente. A direção confirmou que os primeiros confrontos do Campeonato Gaúcho de 2013 serão disputados na Azenha. Nada contra a Arena, que está sendo preparada para o jogo com a LDU, pela Taça Libertadores da América 2013, no dia 30 de janeiro.

estadio-olimpico-gremio

O que me surpreendeu com a notícia foi o fato de muitos quererem transformar esta “volta dos que não foram” do Olímpico em uma pequena crise, taxando a direção gremista de amadora por ter inaugurado o novo estádio e anunciar o retorno ao antigo campo de jogo. Pois bem, ruim é não ter lugar para jogar e ter que sair da cidade para poder mandar as partidas. Se um clube tem dois estádios em condições, pode escolher o que quiser, isso não é um problema. Pode ser solução. A justificativa oficial do Grêmio foi o desgaste do gramado da Arena. Não há motivos para colocar o time reserva no novo estádio, sendo que ele ainda não está em totais condições.

get

Porém, o grande problema é que a Arena foi inaugurada antes do tempo. Paulo Odone não deixaria para Fábio Koff cortar a fita azul e mostrar ao mundo a nova casa tricolor. O local foi inaugurado sem estar pronto. Tanto dentro, como fora de campo o estádio está longe de ficar 100%. O entorno praticamente não existe e os acessos são caóticos. A torcida, o time e a atual direção não tem culpa se tudo foi feito a toque de caixa para ser aberto antes do fim da antiga gestão. Acho que o Grêmio, inclusive, corre o risco de  ter que mandar o jogo contra a LDU no Olímpico. Apesar de muitos coleguinhas da imprensa acharem que isso é um “mico”, um “king kong” e que o tricolor está pagando “vale”, eu penso que ruim mesmo é não ter nem casa pra jogar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.