A instituição Grêmio está falida

Parece mentira, order mas é verdade. A história se repete, os mesmos erros, o mesmo desempenho, a mesma cobrança e tudo parece se encaminhar para um desfecho diferente. Ano passado, nesta mesma época já haviamos patinado no Brasileirão o suficiente para não almejarmos nada, já haviamos disputado uns amistosos em SC que serviram para afundar a barca, já haviamos passado a “pré-temporada” da Copa do Mundo e as cobranças para cima de Silas, Douglas, Rodrigo, Hugo, Duda Kroeff e Meira eras as mesmas desse ano, só mudam os personagens.

Faz tempo que o Grêmio se repete, já virou rotina, já está batido o fato de que a política dentro do clube só afunda cada vez mais a instituição. Não adianta trocar jogador, presidente, técnico, pois os gremistas de lá de dentro não estão unidos, estão brigando por poder, para aparecer na foto da arena, na foto da copa de 2014, na capa do site, na poltrona 36 do ônibus novo. O Grêmio vai repetindo o ano passado, vai repetindo o ano anterior e vai repetindo a última década. E o pior, sem perspectivas de mudanças.

Não precisamos ir longe para recordar que em 2005, Odone, no ínício daquele ano era odiado, xingado, vaiado, tal qual acontece hoje, porém ao final de 2007 era visto como um dos melhores presidente que o Grêmio já teve, tal qual aconteceu ano passado, na sua eleição pelo conselho. Não precisamos ir longe para recordar que o Leandro era a esperança do Grêmio para esse ano, um guri bom de bola, driblador que a torcida elogiava e arrancava suspiros e hoje? Bom, hoje o Leandro é um guri de merda que se atira e só quer saber de arrumar o cabelo.

Peguei só dois exemplos para mostrar que este momento tenebroso, que já duram 10 anos estão acabando com o Grêmio, desde a política, passando pelos diretores, jogadores e a sua torcida. A torcida do Grêmio é a mais afudê do Brasil, mas está fracassando junto com a instituição. E mesmo que o time se recupere, comece a jogar bem e termine o brasileirão em 3º, 4º ou até mesmo sendo campeão, a torcida vai vaiar no campeonato gaúcho e perderemos o então artilheiro do campeonato. É preciso rever conceitos, é preciso pensar a longo prazo, é preciso PARAR e REFLETIR sobre tudo que vem dando errado há 10 anos. Do jeito que está, a tendência é só piorar, com vitórias milagrosas aqui, empates sofridos acolá, derrotas vexatórias mais ali, torcida bipolar, diretorias incompetentes e a falência da instituição Grêmio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.