A banca paga e recebe

É e sempre foi assim no futebol. Os erros de arbitragem sempre existiram e sempre favoreceram de uma forma ou outra determinada equipe, viagra buy independente da cor, estado, dinheiro. Se eu não acreditar que estes erros são apenas erros de seres humanos que cometem erros eu não vou mais ver e nem acompanhar o futebol, porque aí é muita teoria da conspiração.

Mas é evidente, também, que os erros que surgem cada vez mais influenciadores de resultados, são consequência de dois fatores: a tecnologia e falta de profissionalismo da arbitragem.

A tecnologia virou o mundo do avesso, no futebol, então, a cada jogo tem uma câmera nova, com um super blaster zoom, que gira 360 graus e capta o FUNGO NO DEDÃO do pé do atleta. Não há o que escapa das câmeras, todos os lances são vistos, revistos e rerevistos de trás pra frente, de lado, de cima, da bola, da CHUTEIRA e sempre tem um comentarista muito oportunista para julgar a atuação de um árbitro, e aí, amigos, é um ladrão filho da puta.

A falta de profissionalismo da arbitragem é algo que precisa de um estudo profundo e também precisa da VONTADE DOS CARTOLAS de tornarem os árbitros dos brasil profissionais treinados e capacitados para exercerem sua função. Punir o cara por 30 dias porque errou um impedimento ou não deu um penalti não resolve nada, o cara vai continuar errando até que aprenda a apitar direito.

O Grêmio já foi punido pelos erros nesse campeonato. Na derrota para o Vasco e para o Santos, fora de casa, fora um escândalo os erros contra o Grêmio, assim como ontem, o Bahia foi muito prejudicado pela arbitragem no Estádio Olímpico. A vitória de 3×1 enganou um pouco a partida, na qual o time fez um bom primeiro tempo, mas no segundo tomou um laço, e por pouco não deixou a vitória escapar. E aí, não podemos contar sempre com os erros da arbitragem para ganhar, precisamos acertar em campo, na bola, o time e os gols.

Sigamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.